segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Feliz Natal e Anum Novum

Prezados Colegas

Desejo à todos grandes vôos, plenos e serenos neste final de ano.



Grande abraço e que muitos tons e semi-tons pintem nas suas vidas!

Anexo: veja filme novo em http://www.youtube.com/watch?v=rdIF848o6OQ

Rodrigo Beheregaray

Abertas as inscrições para o Programa de Exposições 2010 do Centro Cultural São Paulo


Estão abertas até 29/01/10 as inscrições para o Programa de Exposições 2010 do Centro Cultural São Paulo. O edital selecionará até 18 artistas para realizarem uma exposição individual em espaço coletivo ao longo de 2010.

O Programa, que em 2010 completa vinte anos, propõe um mapeamento da jovem produção artística, abrindo espaço a artistas em início de carreira para a sua inserção no circuito de artes visuais e possibilitando o acesso do público a obras representativas dessa produção.


A novidade para o Programa 2010 é que além de contarem com o acompanhamento  de um crítico, os artistas selecionados participarão de uma série de  encontros e atividades a serem realizados no Centro Cultural São Paulo com o  objetivo de debater e aprimorar os seus projetos expositivos.

 Para inscrever-se, é necessário enviar ao CCSP formulário de inscrição preenchido  disponível no site www.centrocultural.sp.gov.br, além de portfólio e  pré-projeto da exposição, conforme instruções presentes no edital.

As inscrições só serão aceitas via correio. Enviar para:
Centro Cultural São Paulo - Curadoria de Artes Visuais
Programa Anual de Exposições 2010
Rua Vergueiro, 1000, Paraíso
CEP 01504-000 - São Paulo - SP

A seleção será realizada por uma comissão composta por dois profissionais do CCSP e três profissionais da área de artes visuais convidados pela instituição.
Aviso: O CCSP estará fechado entre os dias 21/12/09 e 04/01/10 para serviços  de manutenção.

FOI NO DIA 17/12 MAS A FESTA .... MESMO....FOI EM 19/12

   Acumulando mais um ano de experiências bem vividas e compartilhadas com todos nós, a artista Zorávia Bettiol  apagou 888 velinhas sobre um colchão divinamente doce.  Testemunharam o momento de felicidade, na Pizzaria "A Lenha",  vários  amigos  e parentes (inclusive sua linda filha, que reside em S.Paulo)com  netos, genrro, irmão e irmã. As  fotos???   receberei mais tarde por e-mail.

  Foi justamente em meio a alegria e a assuntos variando entre o céu e a terra que levantou-se um Nobre Estandarte.
DEFESA DA ORLA DO GUAÍBA.     Dia 21/12 das 14h00min até  ---provavelmente 17h30min,  estaremos marcando presença na Câmara de Vereados para coibir a ação de (dementes?) que pretendem colocar 3 (TRES) monstros ou monstruosidades ( não mais aquelas obras de arte, assunto polêmico do historiador, Sr. Voltaire Schilling), mas 3 descomunais espigões no Cais do Porto, medindo +ou- 100m de altura cada. Isso é: 300 metros, em concreto, elevados ao céu demonstrando o tamanho da ignorância de cada um dos membros desse projeto monstrotônico. 
 Isso é tão gigantescamente absurdo que me pergunto Oh Céus, o que foi que eu fiz com o meu direito ao voto? 
Onde foi parar o representante dos Portoalegrenses?
Porque devo pagar tantos impostos e depois ainda lutar para não ver esse dinheiro sendo usado numa  ação escandalosamente irracional e de objetivos duvidosos?
 ARTISTAS ..LIVRES...  VAMOS ABRAÇAR  NOSSA ORLA.   Respondam NÃO ao ESPIGÃO.

sábado, 5 de dezembro de 2009

PROVA DA PRESENÇA MARCANTE

Foto comprovando a presença da Rejane, que: "sempre fotografa... e nunca aparece..." Como se fosse possível passar desapercebida... Valeu o choro!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Niver da Rosane Morais no Atelier Livre


Um saboroso jantar de aniversário, foi como Rosane Morais festejou mais um niver, ladeada das belas e orgulhosas filhas.
Maria, como sempre, caprichou na comidinha, que agradou a todos presentes, confira nas fotos...

A Belíssima Árvore do Atelier Livre

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

FELIIIIZ NATAAAAL....FEEEELIZ NAAATAAAL (é para ser cantado por isso tem ênfase)

   Livres  Artistas    ou   Artistas Livres.  Quem quiser participar da  nossa artevore é só soltar a criatividade e expressar-se  naqueles cartões pequeninos que estão disponíveis e depois prendê-los nos fios.

   Ela está acima do piso porque precisa flutuar, ela é livre;
   Ela está composta de fios porque eles   representam  nossa ligação , uns aos outros;
    Ela tem base circular porque representa o artista em sua busca incessante.
    Ela é simples porque nós - Os Artistas Livres - buscamos a expressão na simplicidade.
   Ela ficará coberta de cartões artísticos  porque todos os participantes do Atelier Livre estarão se fazendo representar por pelo menos um cartão.
   

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

FIM DE ANO CHEGANDO MAS..... OS ARTISTAS NÃO SE ENTREGAM....



Exposição Tirando de Letras, um ensaio gráfico no Espaço Alternativo do Centro Municipal de Cultura, Rua Erico Veríssimo, 309, Porto Alegre. A trajetória idealizada pelo artista Fernando Anghinoni nesta exposição, esta relacionada com as artes gráficas. Na execução de sua obra ele utiliza como suporte o reaproveitamento de lonas, banners e elementos tipográficos. Após transitar pela litografia, xilogravura, serigrafia e gravura em metal, Fernando vem desenvolvendo um trabalho com o Professor W. Cavalcante no Atelier Livre, onde vem mesclando estas diferentes linguagens.
                   Abertura no dia 9 de dezembro às 19h.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

SUCESSO A TODOS OS FAROLEIROS

COLETIVA DE ARTE   EROTIKA      PLURAL DE ARTISTAS         ABERTURA       HOJE  DIA 26/11/2009  ÁS 20 HORAS     NO   FAROL COM  LANÇAMENTO  DA REVISTA  VOXEL #1    E DA     ZUPI #15  
FAROL Rua Garibaldi, 872 - Poa -RS

51- 3239-9921                                                                                   Saiba mais sobre a revista Zupi: www.zupi.com.br/revista  
  FOI  UMA  FESTA  MUITO  ANIMADA.   A TURMA AÍ ACIMA,  SAIU DA BIENAL (NO CAIS) E FOI DAR UM ABRAÇO  NOS ARTISTAS : MARCELO MONTEIRO  E ROGÉRIO LIVI,



GENTE.... agora é oficial.



Este é o convite oficial.
Como podem ver, tem programação para sábado e domingo.
EU garanto minha participação no domingo, confirmando a hora:
17 horas, do dia 29/11/2009- DOMINGO, no armazem A5.
Mas não percam a programação de sábado que é importada.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

MARATONISTAS ATENÇÃO

    Colegas e amigos das MARATONAS LITERARIAS, neste domingo, juntamente com o enceramento da 7 Bienal do Mercosul,  nos encontraremos no Cais do Porto - Armazem 5, para mais uma Maravilhosa MARATONA LITERÁRIA, a 5ª.   Estamos  convocando o povo de FÉ para que unidos enfrentemos o calor e mostremos nosso valor.
   Serão textos curtos de diversos autores. (Acho que é isso, desculpem se estou chutando)
   Estaremos lá das 17h00min  até o enceramento,  previsto para  às 21h00min.
   OPS.... Dia 29 de novembro de 2009,  Domingo
      NADA MELHOR QUE UM MATE QUENTE PRA MATAR A SEDE AOS 39ºC.

POVO ARTÍSTICO L I V R E

   Estamos quase encerrando mais um ano de atividades e não podemos lavar os pinceis, limpar as matrizes, desligar os computadores, ensacar o barro, envelopar projetos,  guardar os grafites e os papéis,   sem antes festejarmos à:
 - mais uma vitória  - "a persistência",
 - mais uma aliança - "a amizade",
 - mais uma aprendizagem- "o erro".
   Venham com  muita luz no dia 09/12/2009 para nossa festa. Inicia com um ALMOÇO SUPEREXPOSIÇÃO dos trabalhos de todos os colegas, nas salas do Atelier, "toma lá da cá" com obras variadas, FIM DE TARDE FELIZ, ETC...
  Estamos montando uma árvore artística - falta só o MONTANDO,  está tudo aqui oóh, na cabeça.... mas nossa amada Diretora já sabe. Perguntem a ela.  Ficará um desbunde, até porque é ali,... logo junto da escada.
  Por favor não furem esta.  A presença de todos é importante, é quando teremos tempo de colocar o papo em dia.  C E R T O????

CORREÇÃO DE CONVITE E PEDIDO DE DESCULPAS.




     Colegas, artistas, alunos e professores,  cometemos um erro  através da divulgação de um convite e queremos pedir desculpas, bastante atrasadas mas,  só agora fomos notificados do erro. Devemos esse pedido de desculpas a todos vocês mas, principalmente a nossa colega pelo uso de seu nome,  equivocadamente, no convite acima.
    Nunca tivemos a intenção de usar seu nome para nossa promoção nem para conquistar mais adeptos ao nosso projeto, realmente foi um equivoco e lastimamos profundamente que isso só possa ter sido esclarecido hoje - dia 25/11/2009.   No ESPAÇO B2 ONDE  CONSTA O NOME DA COLEGA  BELKIS SANTOS,  DEVE SER DESCONSIDERADO COMO PARTE DO PROJETO DE EXPOSIÇÃO, ELA SOMENTE AUXILIOU COMO COLEGA E  NÃO COMUNGA DA IDÉIA COMO ARTISTA.   Quem recebeu o convite impresso, por favor retifique-o.
    Mais uma vez,  os colegas do B2, pedem desculpas e esperam ter reparado o erro, sem ter causado prejuizos a  artista.


segunda-feira, 23 de novembro de 2009

COMO PESCADORES, VAMOS DAR UMA FORÇA !!!!


REESCREVENDO A HISTÓRIA

              BEISY
                               expõe esculturas em pedra grés  Homenagem aos bichos, nossos cúmplices e parceiros

Inauguração     24/11/09 às 19h            Período  24/11/09 até 11/12/09
Local:          MEMORIAL            End.:     Rua 7 de setembro 1020 – Praça da Alfândega

Sua presença é muito importante, venha prestigiar meu trabalho que é uma homenagem aos animais.

Vivem em nossa sociedade de forma silenciosa, muitas vezes usados e esquecidos em sua essência. Conto com sua presença.

FARRA É FARRA _ VAMOS??


     Amanhã, 24/11/2009, um grande amigo das artes estará comemorando mais um ano de vida. Não um simples comemorar de mais um ano, é uma data única. Suas esculturas enormes, coloridas, lembram a natureza mas também insinuam um pouco de erotismo. A festa (ONDE CADA UM PAGA SUA CONTA) é na Pizzaria "A Lenha" na Padre Chagas,  logo ali na primeira quadra saindo do Shopping Moinhos.  Ele é alegria pura (quando quer), seu coração é maior que suas esculturas, ele merece nosso abraço nesta data HILÁRIA.



      A DATA:     ...............       24/11/2009
      O  LOCAL:  ...............      Pizzaria " A Lenha"
      MOTIVO:    ...............      Aniversário do GONZAGA
      COMEMORAÇÃO:  ....       69  anos    ( a última vez que eu fui numa festa de 69 foi em 1969)

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

OLHEM SÓ QUE CONVITE ..... M A R A!!


                                  CLIQUE NA IMAGEM PARA UMA VISUALIZAÇÃO MAIS NÍTIDA     
 Execução de Caroline Mello, suor de Rosane Morais e inveja (boa) de todos nós.

I M P E R D Í V E L

  Estamos convidando a todos vocês e,  vocês convidarão a outros como vocês, para a inauguração da intervenção realizada por um grupo de artistas do nosso Atelier Livre, denominada  "ONDE O PRIVADO SE TORNA PÚBLICO" , na próxima quarta-feita, dia 28/10/09, às 18h e 30 min. nos banheiros B1, B2 e B3, do Atelier Livre da Prefeitura, no Centro Municipal de Cultura de Porto Alegre.
    Esta intervenção artística faz parte de: "HIGIENE E ARTE" , um grande projeto de pesquisa sobre  banheiros públicos no cotidiano urbano, pela ótica da arte como  função midiática, ou seja, quando a arte  está cumprindo sua função social.  A obra de arte, é, em  verdade, um emaranhado muito  complexo, composto de inumeros nós  e,  podemos identificar um destes como sendo o autor_artista, outro deles,  sua condição de sujeito e de ator social. 
     A instalação poderá ser visitada de segunda a sexta-feira,  do dia 28/10 ao dia 30/11, mas não esqueça que, são banheiros públicos e  por tanto são mutantes, dinâmicos e serão documentados diáriamente, porém  não serão reconstituídos.  NÃO PERCAM.

DICA DE SOM

 Olá  amigo fofos, colegas legais, amados incondicionais e viciadinhos em teclado Web..
   Dica:
      Enquanto estão (por aí) clicando, pesquisando, MSNzando, namoriscando....  coloquem os fones de ouvido, cliquem na Rádio Web PutzGrila   (Aí no ladinho direito do nosso BLOG) e fiquem ligados no melhor Rock do MUNDO. Pink Floyd - Money , Tres Hombres - Move Me On Down The Line, Ringo´s All Star Band with John Entwistle - Boris The Spider, etc...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009





Amigos do Atelier Livre
A Maratona Literária foi indicada ao Fato Literário 2009.
Estamos muito felizes e agradecemos sua participação!
A votação começa no domingo pelo site:
www.fatoliterario.com.br
C
ontamos com o seu voto!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

É IMPORTANTE LER --- APESAR DE LONGO --- ESTE É O NOSSO CANAL

VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre

Etapa integrante da II Conferência Nacional de Cultura (CNC)

   REGIMENTO INTERNO

Capítulo I

Da Definição

Art. 1º - A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, constitui-se em foro amplo e permanente para o debate sobre diretrizes e políticas públicas relativas a ações culturais na cidade de Porto Alegre e das propostas para as esferas estadual e nacional da II CNC.

Art. 2º - A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre será coordenada e realizada pela Secretaria Municipal da Cultura e pelo Conselho Municipal de Cultura, em duas etapas, sendo elas: As Pré-Conferencias Setoriais nos dias 19 a 23 de outubro, das 8 às 19 h, e a VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, no dia 28 de outubro, das 8 às 20 h, ambas na Usina do Gasômetro, Teatro Elis Regina, Avenida Presidente João Goulart, 551, Centro, Porto Alegre-RS.

Art. 3º - Fica constituída a Comissão Executiva da VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, composta pela representação da sociedade civil, através do Conselho Municipal de Cultura-CMC, da Temática da Cultura do Orçamento Participativo de Porto Alegre e da Secretaria Municipal da Cultura.

Art. 4º - A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre foi convocada pelo Decreto Nº. 16.455, de 29 de setembro de 2009, assinado pelo Prefeito de Porto Alegre.

Art. 5º - O presente regimento foi elaborado pela Comissão Executiva VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre.

Capítulo II

Dos objetivos

Art. 6º - A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre tem por objetivo primeiro avaliar as políticas públicas de cultura para o município, eleger propostas para as etapas, estadual e nacional da II CNC, assim como eleger Delegados para a Conferência Estadual de Cultura, além de deliberar acerca do Plano Municipal de Cultura.



Art.7° - São ainda objetivos da VI Conferencia Municipal de Porto Alegre, os seguintes:

I – Propor estratégias para o fortalecimento da cultura como centro dinâmico do desenvolvimento sustentável.

II – Promover o debate entre artistas, produtores, conselheiros, gestores, investidores e demais protagonistas da cultura, valorizando a diversidade das expressões e o pluralismo das opiniões.

III– Propor estratégias para universalizar o acesso dos porto-alegrenses à produção e à fruição dos bens e serviços culturais.

IV – Propor estratégias para a consolidação dos sistemas de participação e controle social na gestão das políticas públicas de cultura.

V – Aprimorar e propor mecanismos de articulação e cooperação institucional entre os entes federativos, estaduais e municipais, e destes com a sociedade civil.

VI – Fortalecer e facilitar a formação e funcionamento de fóruns e redes de artistas, agentes, gestores, investidores e ativistas culturais.

VII – Propor estratégias para a implantação dos Sistemas Nacional, Estadual e Municipal de Cultura e do Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais;

VIII – Propor estratégias para a implementação, acompanhamento e avaliação do Plano Nacional de Cultura e recomendar metodologias de participação, diretrizes e conceitos para subsidiar a elaboração do Plano Municipal, Estadual, Regional e Setoriais de Cultura.

IX – A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre terá caráter mobilizador, propositivo e eletivo, sendo a sua realização condição indispensável para participação de Delegados na Conferência Estadual.

X - A sua convocação e realização são de responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura.

XI – Avaliar os resultados obtidos a partir da V Conferência Municipal de Cultura.

Art. 8º - A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre será orientada pelo tema geral da II Conferência Nacional de Cultura: “Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento”, com os seguintes eixos e sub-eixos:



I - PRODUÇÃO SIMBÓLICA E DIVERSIDADE CULTURAL

Foco: Produção de arte e de bens simbólicos, promoção de diálogos interculturais, formação no campo da cultura e democratização da informação.

- Produção de Arte e Bens Simbólicos;

- Convenção da Diversidade e Diálogos Interculturais;

- Cultura, Educação e Criatividade;

- Cultura, Comunicação e Democracia.

II - CULTURA, CIDADE E CIDADANIA

Foco: A cidade como espaço de produção, intervenção e trocas culturais, garantia de direitos e acesso aos bens culturais.

- Cidade como Fenômeno Cultural;

- Memória e Transformação Social;

- Acesso, Acessibilidade e Direitos Culturais.

III - CULTURA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Foco: A importância estratégica da cultura no processo de desenvolvimento.

- Centralidade e Transversalidade da Cultura;

- Cultura, Território e Desenvolvimento Local;

- Patrimônio Cultural, Meio Ambiente e Turismo.

IV - CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA

Foco: Economia criativa como estratégia de desenvolvimento.

- Financiamento da Cultura;

- Sustentabilidade das Cadeias Produtivas da Cultura;

- Geração de Trabalho e Renda.



V - GESTÃO E INSTITUCIONALIDADE DA CULTURA

Foco: Fortalecimento da ação do Estado e da participação social no campo da cultura.

- Sistemas Nacional, Estaduais e Municipais de Cultura;

- Planos Nacional, Estaduais, Municipais, Regionais e Setoriais de Cultura;

- Sistemas de Informações e Indicadores Culturais.

Capítulo III

Da Organização

Art.9° - Para o desenvolvimento de suas atividades, inclusive as de caráter preparatório, a Conferência contará com uma Comissão Executiva constituída por:

a) Coordenador Geral – SMC- Daniel Bender Ludwig

b) Coordenador Adjunto- CMC- Dilmair Santos

c) Secretária Executiva – SMC- Izabel Franco

d) Relatora de Mesa – CMC- Vera Hemb Becker

e) 2 Relatores de Sistematização –CMC e SMC-Nicéa Brasil-

CMC\Baiard Brocker-SMC

f) Representantes das Coordenações da SMC

Coordenação das Artes Cênicas –Breno Ketzer Saul

Coordenação das Artes Plásticas –Ana Maria Luz Pettini

Coordenação de Cine, Vídeo e Foto –Bernardo José de Souza

Coordenação de Descentralização – Luis Sadi Conceição de Almeida

Coordenação do Livro e Literatura –Daniel Weller

Coordenação da Manifestações Populares –Joaquim Pereira de Lucena Neto

Coordenação da Memória Cultural –Luiz Antônio Bolcato Custódio

Coordenação da Música –Jorge André Brittes

Coordenação de Tradição e Folclore – Vinícius Brum

g) Representantes do CMC-Vitor Hugo Amaro\Eloá Muniz

h) Representante da Temática da Cultura-OP- Roberto Jakubaszko

Parágrafo Único – A SMC aportará os recursos técnicos, administrativos e materiais necessários à realização da VI Conferência.

Art. 10° - São atribuições da Comissão Executiva:

I – Elaborar e divulgar o Regimento Interno;

II- Promover e divulgar reuniões preparatórias, providenciando apoio operacional;

III – Divulgar amplamente a Conferência junto aos órgãos e segmentos sócio-culturais;

IV – Promover e dirigir a realização das Pré-Conferências, assim como o evento, cuidando de todos os aspectos técnicos, políticos e administrativos decorrentes;

V – Convidar autoridades, palestrantes, debatedores e representantes de entidades;

VI –Credenciar Delegados e demais participantes;

VII –Coordenar e sistematizar as propostas das Pré-Conferências, assim como da Conferência;

VIII- Coordenar as reuniões plenárias;

IX -Coordenar a eleição dos Delegados para a Conferência Estadual de Cultura e a elaboração do Documento Final da Conferência;

X –Resolver as questões não previstas no Regimento Interno.



Capítulo IV

Da Participação na Conferência

Art. 11º - A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre está organizada em duas categorias de participação, sendo:

I – Delegados (as);

II – Participantes.

Os (as) delegados (as) terão direito a voz e voto e os (as) participantes não terão direito a voto, embora tenham direito a voz.

I – Delegados (as):

a) São delegados (as) natos os 33 conselheiros titulares, ou no exercício da titularidade, do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre.

b) São delegados (as) eleitos (as) nas Pré-Conferências Setoriais de Cultura, na proporção de cada cinco participantes, um delegado (a); sendo o máximo de 25 delegados por setorial.

c) Cada participante poderá participar e sair indicado Delegado em apenas uma das áreas setoriais.

§ 1º - Os (as) delegados (as) eleitos (as) nas Pré-Conferências e na Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, deverão respeitar o critério de proporcionalidade nacional de 1/3 do poder público e 2/3 da sociedade civil.

§ 2º - O credenciamento dos delegados e participantes deverá ser realizado nos dias 19 a 23 de outubro, nas Pré-Conferências e no dia 28 de outubro, na VI Conferencia, das 8 às 9 h, no local de realização.

§ 3º - Os (as) delegados (as) serão identificados (as), nos períodos de votação, pelo crachá com cor própria, fornecido no ato do credenciamento. No caso de extravio do crachá, não haverá confecção de segunda via, perdendo seu direito de votar.

§ 4º - O controle do uso do crachá pelos (as) delegados (as), durante a votação, será de responsabilidade de todos os participantes da Conferência.

§ 5º - Todas as deliberações em plenária ou em grupos dar-se-ão com a aprovação de maioria simples dos delegados presentes, ou seja, 50% mais um.

§ 6º - Somente os (as) delegados (as) terão direito a voto.

§ 7º - A Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre terá direito ao máximo de 25 delegados para a II Conferência Estadual, de acordo com o anexo II do Regimento Interno da 2ª Conferência Nacional de Cultura.



II – Participantes:

a) O credenciamento dos (as) delegados (as) e participantes deverá ser realizado nos dias 19 a 23 de outubro, nas Pré-Conferencias e no dia 28 de outubro, na VI Conferencia, das 8 às 9 h, no local de realização.

§ 1º Todos os membros da VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre terão direito a voz, podendo manifestar-se oralmente, ou por escrito, durante os debates.

Art. 12º - No ato do credenciamento será fornecida pasta contendo a programação, o crachá e demais materiais que possam ser necessários para a participação na Conferência.

Art. 13º - Ao final da Conferência serão entregues certificados de participação aos delegados e aos participantes.

Art. 14º - A Conferência contará com uma comissão de sistematização designada pela Comissão Organizadora, com o objetivo de receber e organizar todo o material produzido nas Pré-Conferências para serem apreciados e aprovados pelos membros da Conferência na Plenária Final.



Art. 15º -As propostas extraídas da Conferência serão amplamente divulgadas e encaminhadas aos diversos órgãos competentes em todas as esferas públicas municipal,estadual e federal.

Capítulo V

Da Realização da Conferência

Art. 16º - O ato de abertura oficial, das Pré-Conferências e do evento principal, nos dias assinalados, dar-se-á às 9 h, com a composição da Mesa Coordenadora, a exposição do processo da Conferência e da programação da mesma. As inscrições para participar das Pré-Conferências e da VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, serão realizadas sempre 1(uma) hora antes da abertura oficial de cada evento, no local de realização.

§ 1º - As Pré-Conferências contarão com a apresentação do tema geral da Conferência por conferencistas convidado(a)s.

Parágrafo único - As Pré-Conferências ficarão assim distribuídas:

19 de outubro – segunda-feira:

1. Patrimônio e Memória Cultural Das 14 às 18 horas

2. Descentralização-OP Das 18 às 22 horas

20 de outubro – terça-feira:

1. Música Das 14 às 18 horas

2. Livro e Literatura Das 18 às 22 horas

21 de outubro – quarta-feira

1. Carnaval Das 18 às 22 horas

2. Manifestações Populares e Diversidades Das 18 às 22 horas

22 de outubro – quinta-feira

1.Tradição e Folclore Das 14 às 18 horas

2. Teatro, Dança e Circo Das 18 às 22 horas

23 de outubro – sexta-feira

1.Cinema,Vídeo e Fotografia 09 às 13 horas

2.Artes Plásticas 18 às 22 horas


Art. 17º - A VI Conferência contará com a apresentação e a discussão das demandas das Pré-Conferências.

Art. 18º - É assegurado, aos membros da Conferência, os questionamentos relativos às propostas em pauta, sempre que, a critério dos mesmos, o Regimento não esteja sendo cumprido.

Art. 19º - Será possível a apresentação de moções, nos dias das Pré Conferências e evento principal, ate às 15h do dia de realização.

§ 1º - As moções deverão ser apresentadas e aprovadas em plenária, Cf.Art. 11º § 5º.

§ 2º - Encerrada a votação do Relatório Final, o Coordenador da mesa chamará, um a um, os signatários de cada moção que deverão proceder à leitura do texto apresentado, facultando-se o tempo máximo de 02 (dois) minutos para a explanação de moção.

Capítulo VI

Da Plenária Final

Art.20º - A Plenária Final tem por objetivo aprovar o Relatório Final, por maioria simples dos delegados (as) presentes, produto da sistematização da Comissão de Sistematização eleita pela Comissão Organizadora.

Art.21º - A Mesa Coordenadora da Plenária Final deverá ser presidida pelo Secretário Municipal da Cultura, ou por um representante da Comissão Executiva, e composta por um representante da Secretaria Municipal da Cultura – SMC, um representante do Conselho Municipal de Cultura e um representante da Comissão Executiva da VI Conferência Municipal de Cultura, que irão efetuar a leitura do Relatório, assegurando a todos os participantes o direito de solicitar destaque para exame de qualquer um dos seus pontos.

§ 1º - No decorrer da leitura do Relatório Final, os pontos que não forem destacados serão considerados aprovados por unanimidade pela Plenária.

§ 2º- As propostas de alteração do relatório ou novas elaborações deverão ser encaminhadas por escrito à Mesa Coordenadora, a qual submeterá as mesmas, à aprovação da Plenária, agrupados por temas.

§ 3º Os propositores dos destaques terão 03 (três) minutos para a defesa do seu ponto de vista. Após esse tempo, a Mesa concederá a palavra a outro membro que se apresente para defender posição contrária por iguais 03 minutos, sendo dado o direito a réplica por até 2 (dois) minutos.

§ 4º Durante o período de votação, serão vetadas as questões de ordem.

§ 5º Os casos omissos deste Regimento serão resolvidos pela Coordenação Geral da Comissão Executiva da Conferência.

Art.22° - Após a aprovação das propostas contidas no documento final da Conferência, haverá espaço para deliberação das moções e posteriormente a definição dos (as) Delegados (as).

Parágrafo único - A mesa coordenadora só aceitará defesa de alterações no Relatório Final, se estas chegarem por escrito à mesa.

Capítulo VII

Dos (as) Delegados (as) para a Conferência Estadual

Art.23° - A Plenária Final deverá eleger delegados (as) para a Conferência Estadual de Cultura, por maioria simples, respeitando a proporcionalidade, conforme os seguintes critérios:


a) 1/3 - Poder Público;

b) 2/3 - Sociedade Civil.

§ 1º - Somente os (as) Delegados (as) da Conferência Municipal de Cultura poderão ser votados como Delegados (as) para a Conferência Estadual.

§ 2º - Os (as) delegados (as) que desejarem candidatar-se para participar da Conferência Estadual deverão manifestar interesse até às 16 horas, do dia 28 de outubro de 2009, encaminhando por escrito sua indicação para a Comissão Organizadora.

§ 3º - Será feita apresentação dos candidatos a Delegado para a Conferência Estadual após a leitura das moções, procedendo-se imediatamente a votação.

§ 4º - Serão eleitos suplentes no mesmo número de delegados (as).

§ 5º - Em caso de empate haverá nova votação para definição dos delegados (as) para a Conferência Estadual.

§ 6º - Membros do Poder Público não poderão ser Delegados (as) representando a sociedade civil para a Conferência Estadual de Cultura, sob nenhuma hipótese.

Parágrafo Único - Considera-se Poder Público: Poder Executivo Municipal, Estadual e Nacional, e instituições a estes vinculadas, Poder Legislativo Municipal, Estadual e Nacional, e Poder Judiciário.


Capítulo VIII

Do Relatório Final

Art. 24º - A apreciação do Relatório Final dar-se-á observando os seguintes critérios:

§ 1º- As deliberações serão lidas na Sessão Plenária Final, presidida pela Mesa Coordenadora a ser formada pela Comissão Executiva para esse fim e aprovadas com maioria simples.

§ 2º - Aos Delegados (as) é assegurado o direito de solicitar o exame, em destaque, de qualquer item do Relatório Final.

§ 3º - As solicitações de destaques deverão ser encaminhadas à Mesa Coordenadora da Plenária até 10 (dez) minutos após o término da leitura do Relatório Final.

§ 4º - Os destaques devem constituir-se em propostas de redação alternativa, acréscimo ou supressão em relação aos itens destacados.

§ 5º - Os propositores de destaque terão 03 (três) minutos improrrogáveis para a defesa de seu ponto de vista. O Coordenador da Mesa concederá a palavra a seguir, e por igual período, a um máximo de 02 (dois) participantes que se apresentem, para defender posições contra e a favor daquela do proponente do destaque.

§ 6º - Após o exercício do contraditório, os destaques serão colocados em votação, sendo aprovados aqueles que obtiverem a maioria simples dos votos dos participantes presentes.

§ 7º - Após a votação dos destaques, proceder-se-á a votação do Relatório Final, com aprovação de maioria simples dos Delegados presentes.

Comissão Organizadora da VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre

Porto Alegre, 30 de setembro 2009.

MOMENTO DECISIVO

                                 CHEGOU A MOMENTO DECISIVO 


VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre


A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, constitui-se em foro amplo e permanente para o debate sobre diretrizes e políticas públicas relativas a ações culturais na cidade de Porto Alegre e das propostas para as esferas estadual e nacional da II CNC.

A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre será coordenada e realizada pela Secretaria Municipal da Cultura e pelo Conselho Municipal de Cultura, em duas etapas, sendo elas:


a) As Pré-Conferencias Setoriais nos dias 19 a 23 de outubro, sendo distribuídas da seguinte forma:
   
     19 de outubro – segunda-feira:
                          1. Patrimônio e Memória Cultural Das 14 às 18 horas
                          2. Descentralização- OP - Das 18 às 22 horas
   
     20 de outubro – terça-feira:
                         1. Música Das 14 às 18 horas
                         2. Livro e Literatura Das 18 às 22 horas
   
     21 de outubro – quarta-feira
                       1. Carnaval Das 18 às 22 horas
                       2. Manifestações Populares e Diversidades  Das 18 às 22 horas

     22 de outubro – quinta-feira
                      1.Tradição e Folclore Das 14 às 18 horas
                      2. Teatro, Dança e Circo Das 18 às 22 horas

    23 de outubro – sexta-feira
                     1.Cinema,Vídeo e Fotografia 9 às 13 horas
                     2.Artes Plásticas 18 às 22 horas

b) VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, no dia 28 de outubro, das 8 às 20 h, ambas na Usina do Gasômetro, Teatro Elis Regina, Avenida Presidente João Goulart, 551, Centro, Porto Alegre-RS.


A INSCRIÇÃO para cada Pré-Conferência e para o evento principal iniciará sempre uma hora antes do horário marcado para o início dos trabalhos, no local de realização.


Foi constituída a Comissão Executiva da VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, composta pela representação da sociedade civil, através do Conselho Municipal de Cultura-CMC, da Temática da Cultura do Orçamento Participativo de Porto Alegre e da Secretaria Municipal da Cultura.


A VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre foi convocada pelo Decreto Nº. 16.455, de 29 de setembro de 2009, assinado pelo Prefeito de Porto Alegre.


COMO PARTICIPAR?


Em primeiro lugar você deve ver o dia e horário da Pré-Conferência que você escolheu para participar. As inscrições começam sempre uma hora antes da Pré- Conferência e do evento principal, sendo pré-requisito essencial para sua participação.


Observação: você só poderá participar e sair indicado Delegado em APENAS uma das 10 Pré-Conferências.


A cada 5(CINCO) participantes das Pré-Conferências será eleito um Delegado para a VI Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre.



Contatos:
 Daniel Bender Ludwig – Coordenador Geral
              Fone:51.99712675 
              Email: danielbender@via-rs.net


Izabel Franco- Secretária Executiva
           Fone:51. 96665056
           Email:descentralização_smc.izabel@hotmail.com

Marisa Ribeiro-Assessora de Imprensa
          Fone:51. 97032137
         Email:mribeirocomunicacao@gmail.com


Marcelo Oliveira-Assessoria de Comunicação SMC
        Fone:32898012
        Email:marcelooliveira@smc.prefpoa.com.br
       

terça-feira, 20 de outubro de 2009

GRÁFICA GAÚCHA III: Novíssimos e Independentes




GRÁFICA GAÚCHA III
Independentes e Novíssimos

Abertura dia 20 de outubro, terça-feira, às 19h com lançamento dos poemas gravados II
e sorteio de gravuras.

INDEPENDENTES Ana Alegria Clarice Jaeger Esther Bianco Francisco Riopardense de Macedo José Carlos Moura Luiz Brasil Maria Inês Rodrigues Paulina Eizirick Saint Clair Cemin.

NOVISSIMOS Ana Vergamini Fernanda Soares Jane Machado Lana Lanna Marcelo Monteiro Marcelo Soares Marcos Sanches Nara Amélia Raquel Lima Raquel Schwonke Rodrigo Pecci Suzel Neubarth Zupo.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O Processo Litográfico - Vídeo

No vídeo em questão, um curto documentário, são mostradas e comentadas as várias fases do processo litográfico, desde a ponsagem e acidulações até a impressão propriamente dita. A gravação foi realizada em 2009, tendo como entrevistada a Profa. Me. Miriam Tolpolar, professora da Oficina de Litografia do Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre-RS.

http://www.youtube.com/watch?v=eB-BakgPtDo

sábado, 3 de outubro de 2009

III Prêmio Açorianos de Artes Plásticas

Um dos premiados do III Prêmio Açorianos de Artes Plásticas é o colega Rogério Livi, com o prêmio "Artista Revelação". Nesta exposição estarão alguns desenhos na técnica usada nos trabalhos da exposição "Microvariações sobre um tema", que ocorreu em setembro de 2008, no Atelier Subterrânea.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Nova Doutora em Artes Visuais


Marilice Corona, tendo como orientadora a Profa. Dra. Mônica Zielinsky, defendeu a tese de doutorado "Autorreferencialidade em território partilhado" no dia 2 de outubro, obtendo grau máximo na avaliação da banca examinadora assim composta: Prof. Dr. Agnaldo Farias (USP), Profa. Dra. Cláudia Cabral (UFRGS), Prof. Dr. Eduardo Vieira da Cunha (UFRGS), Prof. Dr. Flávio Roberto Gonçalves (UFRGS).
Pela excelência da tese e do trabalho artístico e por sua contribuição para a área específica e pela qualidade que o trabalho revela, a banca, por unanimidade, sugeriu a publicação da tese.
Entre a platéia lotada, a Profa. Me. e doutoranda Niura Legramante Ribeiro, torcia pelo sucesso de sua amiga e colega.
Também estivemos lá, registrando em vídeo a apresentação, as considerações e a conclusão da banca examinadora.

domingo, 20 de setembro de 2009

Rogerio Livi na FEEVALE


"Microvariações sobre um tema II" apresenta na pinacoteca da Feevale (Mauricio Cardoso 510, bairro Hamburgo Velho, defronte ao hotel Swan) a exposição realizada no Atelier Subterrânea em setembro de 2008, acrescida de vários trabalhos posteriores. O convite foi afixado em vários locais do Atelier Livre.
A conversa com Rogerio será na quarta, dia 23 de setembro, às 20 horas. 

exposição na Chico Lisboa


Exposição organizada pela Associação Chico Lisboa em sua sede, na travessa dos Venezianos, Cidade Baixa, tem trabalhos de colegas e segue até fim de outubro. 

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Atelier Livre Convida

Atelier Livre Convida
Projeto Em Anexo
Na próxima segunda-feira, 14/09
19hs
Auditório do Atelier Livre
Documentário no Cinema
Camila Gonzato



quarta-feira, 9 de setembro de 2009

CURSOS EXTRAS

O ATELIER LIVRE abre inscrições para os Cursos Extras 2009 de 1º/9 a 11/9/2009. Os cursos oferecidos tem valor de R$100,00 cada, e ocorrerão no período de 14/9 a 4/12/2009.

Ainda temos vagas disponíveis. As inscrições poderão ser feitas até o dia de inicio do curso, por ordem de chegada.



Imperdível - Teresa Poester e Dado Dagueur

Sessão comentada - Processos e criação

Domingo 13 de setembro às 19 h
Santander Cultural
Rua Sete de Setembro, 1028
Porto Alegre - RS
CEP: 90010-191
51 3287.5996
51 8187.0693

JANELAS
Poa, 1997, cor, 4 min, em português
curta de Ana Luiza Azevedo
sobre o trabalho em pintura da série "Janelas" de Teresa Poester

DADO TAGUEUR
França, DV, 2004, cor, 70 min
falado em francês, legendas em inglês
entrada franca, exibição única

Jorge Amat acompanha Dado pintando a Capela de Gisors de 1999 a 2004.
É uma pequena capela que ficava dentro de um leprosário na Normandia.
Dado é dos poucos pintores expressionistas da França.
Nascido, na realidade, em Montenegro, em 1933,
é um dos artistas homenageados da Bienal de Veneza de 2009.


O filme “Dado tagueur” de Jorge Amat, sobre os afrescos na Capela de Saint Luc, seguido de uma conversa com Teresa Poester, será exibido domingo dia 13 de setembro às 19h no cinema do Santander Cultural como parte das atividades antes da Bienal do Mercosul cujo foco será processos de criação em arte.
O texto abaixo conta o encontro dos artistas gaúchos Teresa Poester e Guilherme Imhoff com Dado.
tagueur - pichador em francês
Em 2003, os gaúchos Guilherme Imhoff, fotógrafo, e Teresa Poester, artista plástica e professora,
viviam na França e descobriram os afrescos pintados por Dado, na Capela Saint Luc
de um leprosário do século XIII, recentemente restaurada em Gisors, na Normandia.
No ano seguinte, Guilherme Imhoff faleceu em Porto Alegre aos 26 anos após um longo período documentando a fronteira entre o Brasil e a Guiana, era o ano do Brasil na França.
Este ano da França no Brasil, Dado é homenageado na Bienal de Veneza. O pintor tem 76 anos e é quase desconhecido no Brasil. Os afrescos da capela, tombada como monumento histórico e ainda fechada ao público, constituem seu grande legado artístico.
Dado
e a pintura da Capela de Saint Luc
Reconhecido na Europa desde os anos cinqüenta Dado é um dos pintores vivos mais instigantes, uma espécie de último dos moicanos no território ermo da pintura expressionista contemporânea, especialmente na França. Miodrag Djuric nasce em Montenegro em 1933 e chega a Paris em 1956, onde descobre a geração de pintores que o influenciarão como Roberto Matta e Jean Dubuffet. Mas é Henri Michaux que marcará mais profundamente sua vida e seu trabalho. Como Michaux, ele soube criar um universo de trevas e, embora seus trabalhos iniciais tenham vínculos com o surrealismo, nunca pôde ser rotulado num movimento.
Com sua mulher Hessie, pintora cubana, o artista vive há mais de 40 anos num antigo moinho em Hérouval, perto de Gisors na Normandia, onde nos receberam para conversar sobre os afrescos de Saint Luc, capela do antigo leprosário recentemente restaurado na região.
A primeira visão do lugar provoca um impacto inesquecível. Somos remetidos imediatamente ao “Juízo Final” de Miguel Ângelo, embora a capela, com seus muros de cimento tosco, em nada se assemelhe à Capela Sistina. Os personagens de Dado, monstrengos inofensivos, tampouco em nada se assemelham aos corpos vigorosos pintados por Miguel Ângelo. Trata-se do “Juízo Final” de Dado.
As paredes, que parecem cobertas de grafites, revelam uma enorme sofisticação técnica. O vigor do trabalho está no movimento de um traço feroz. O pintor jamais abandonou o desenho. É na linha que sua energia se desprende, provoca explosões e contêm-se para liberar-se numa pulsão de vida e morte. Seus pequenos monstros representam a encarnação viva dos leprosos que jazem ali, enterrados literalmente sob nossos pés.
“Sou um dramaturgo frustrado” diz Dado ao iniciar sua jornada de trabalho. De fato, o mistério do ambiente e das coisas na capela constitui uma cena de teatro. A impressão é a mesma a cada vez que a porta se abre e deixa penetrar um rasgo de sol. A escuridão interna contrasta com a luz exterior. Dado, assim como os impressionistas, escolheu a Normandia pela sua luminosidade. O céu cria um filtro que abranda a incidência do sol. No entanto, o conteúdo de sua obra contraria em tudo à leveza impressionista. Sua pintura é densa, do ponto de vista formal e semântico. Sua tarefa é dissecar a realidade nas suas vísceras mais profundas. O desenho é agudo. A ponta do lápis funciona como um bisturi que penetra a carne dos animais e das coisas.
O pintor contracena com as leis da gravidade. Durante os anos oitenta, quando trabalhava o universo dos invertebrados, o peso das suas figuras diminui, mas a densidade da linha aumenta. “Os personagens na capela flutuam no ar enquanto seus pesos variam entre 20 e 30 kg”, diz Dado, “o peso de um velho ou de uma criança de oito anos”.
No limite do prazer e da dor, o artista é um colecionador de escombros. Seus trabalhos são construídos de antigos desenhos, pinturas, colagens, pedaços de fotos objetos, esqueletos, ossos; tudo é aproveitado. Sua obra flui como uma hemorragia.
“Comecei como os homens das cavernas, pelas paredes” conta Dado, que pintou as paredes de casa, ainda criança, após a morte de sua mãe. E agora, com mais de 75 anos, desde que começou os afrescos na capela, sua pintura sofre um novo impulso. A história do antigo leprosário é um terreno propício onde o pintor pode semear e colher os frutos de um longo aprendizado de cinzas.
Sabe-se que Saint Luc é padroeiro dos pintores e dos médicos. A pintura na Capela tem também uma função terapêutica. Se hoje serve para fertilizar o exercício de um trabalho em constante mutação, servirá um dia para fascinar os visitantes e abrandar suas penas.

Teresa Poester
Artista Plástica
Professora do Instituto de Artes da UFRGSl
www.teresapoester.com.br
Eragny sur Epte 2003/2009

quinta-feira, 3 de setembro de 2009


Convite

Projeto: Face Original
Um trabalho que busca expandir pinturas de tinta acrílica sobre papel no espaço e no tempo, explorando seus desdobramentos. Trabalho realizado na Oficina Eu crativo de Daisy Viola.

Autora: Belkis Santos

Local: Sala X do Atelier Livre da Prefeitura
Centro Municipal de Cultura
Av. Érico Veríssimo, 307, 1º andar - Fone: (51) 3289 8057

Período: 17 de agosto a 04 de Setembro de 2009, de 2ª a 6ª feiras.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

ENVOLVA O ATELIER

PARTICIPE
PROJETO DOS ARTISTAS/ALUNOS DO ATELIER LIVRE

ENVOLVA O ATELIER (E)
SE ENVOLVA COM SUA OBRA


Temáticas: 1) Conteúdos das Maratonas Literárias
2) O Atelier Livre

Técnica: livre
Suporte: tecido firme o suficiente para ser costurado em máquina comum Tamanho: 50cmX50cm; imagem até 48cmX48cm
Nome completo do artista no verso da obra
As produções poderão ser executadas:
· Durante as atividades das Maratonas Literárias;
· Durante as aulas dos cursos regulares ou oficinas;
· Em horário livre no Atelier Livre ou em casa..


Vamos completar os 50 trabalhos para o primeiro módulo?
Tema do 1º módulo: leitura da 2ª Maratona Literária
Metamorfose de Kafka e Os ratos de Dionélio Machado

2º módulo do Projeto - temática:
O ATELIER LIVRE

Cada conjunto de 50 trabalhos irá compor um módulo nas dimensões de 2,5mX5m, resultantes da costura de 5unidades na altura por 10 unidades na largura. Cada módulo concluído será exposto, na medida do possível, no corredor do 2º piso, acompanhado da lista dos artistas integrantes. O conjunto de módulos integrará o Evento ENVOLVA O ATELIER nas comemorações dos 50 anos do Atelier Livre, em 2010.


Exponha seus trabalhos nos painéis pretos.

Informe-se junto aos colegas: Estelita Branco, Clotilde Maso, Luiz Leite e Rejane Michel, ou nas reuniões de artistas/alunos do Atelier, nas segundas quartas-feiras de cada mês, às 18h, embaixo da escada, ou na sala de Desenho 1

domingo, 9 de agosto de 2009

início das aulas do segundo semestre

Espero que todos tenham visto o comentário da Sílvia, as aulas do Atelier só vão recomeçar no dia 17 de agosto, então, até lá.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Intervenção "Câmera Obscura"


Nossa intervenção no belíssimo trabalho do "mestre" em gravura pernambucana "Joelson Borges" e seus pupilos do curso "O outro lado do Rio".
A participação involuntária do nosso amigo Luís Leite, que deslocando a "câmera", acabou fazendo um belo efeito, não acham? Espero que consigamos fazer chegar ao J. Borges esta foto, conforme prometido. Quem se habilita?

sábado, 25 de julho de 2009

Fotografia por câmera obscura





a r t e
CIDADE de
PORTO ALEGRE
Atelier Livre da Prefeitura

Fotografia por câmera obscura
Instrutores de Arte: Denise Helfenstein & Gustav Diehl

"Construindo uma câmera fotográfica a partir de objetos do cotidiano. As origens da câmera obscura, o material foto-sensível a propagação da luz, a construção de uma câmera fotográfica artesanal, a revelação, o negativo x positivo, processos de ampliação."

O envolvimento e o encantamento foram tomando conta no aprendizado. A técnica do "pinhole" é encantadora. O resultado dos trabalhos pode ser conferido nas fotos apresentadas. A semente foi plantada e, com certeza, renderá bons frutos.